Conheça a História da Câmara Municipal de Iaras

No inicio do ano de 1900, um próspero fazendeiro Sr. Ernesto Dias, vendeu sua propriedade com muitos alqueires de terra ao Governo Federal. Essas terras foram divididas em pequenos lotes e vendidas a imigrantes Europeus que recebiam toda ajuda possível do Governo Brasileiro, desde alimentação até os instrumentos agrícolas para o trabalho.

A sede da fazenda deu origem a uma pequena povoação, “MONÇÕES”. Em 1910, Pinheiro Machado é considerado fundador da mesma. Em 1911, teve início a construção da localidade. Um engenheiro, Dr. Carlos Poma, planejou as Ruas e Avenidas e construiu a Caixa d’água, foram posteriormente construídas: A Igreja, as casas residenciais e as comerciais.

Em 1917 foi criado o Patronado Agrícola de Monção, vindo para cá os menores de Rio de Janeiro. Em 1930 foi fechado o estabelecimento por determinação do então Presidente da República Dr. Getúlio Vargas, sendo reaberto em 1942, como Instituto de Menores de Iaras.

Em 1937 “MONÇÃO” passou a categoria de Distrito e em 1940 passou a denominar-se Iaras. A luz elétrica no distrito foi instalada pela Cia de Luz e Força em 1º de Junho de 1940.

 

COLABORADORES DE IARAS

Colaboraram pela grandeza, progresso e desenvolvimento de IARAS: Pedro Romanoski e Ignácio Romanoski (imigrantes russos), que receberam áreas rurais do Governo para desbravamento e produção de cereais; já falecidos, mas deixaram filhos que hoje labutam nas mesmas áreas rurais.

Bonifácio Buives (falecido) recebeu lote rural do Governo para trabalhar na terra (imediações do Bairro Rural Rio Novo), mas deixou filhos e descendentes destes, que residem em Iaras, os quais participam hoje, na construção de imóveis dentro do próprio Distrito de Iaras.

Foram ainda beneficiados no recebimento de áreas rurais: Sr. Roberto Presser (ainda vivo e aqui residente), Família Cascini, Cortez, Waizbart, Sakai, Hirata, Paulischi, Yamashita, Katsumata e outros mais.

Divisa: O Distrito de Iaras faz divisa intermunicipal com Lençóis Paulistas, Avaré, Águas de Santa Bárbara, Cerqueira César e Agudos.